Eu posso ser quem eu quiser!

Fazer um ensaio quando se é alguém tímido é uma tarefa no mínimo desafiadora…
Eu sempre fui introvertida e muito tímida, por isso quando minha mãe me disse que faríamos um ensaio para o meu aniversário de quinze anos, eu relutei um pouco.
Porém, assim que ela disse que eu poderia assumir uma persona, a forma de um personagem, tudo mudou.
Aceitei na hora!
Por conta da minha timidez, achava que não conseguiria me soltar da maneira que gostaria para que as fotos ficassem bonitas, caso não estivesse devidamente preparada então, eu comecei a me perguntar em como queria me mostrar para o mundo.

O Local

Escolhi uma selva de pedra, São Paulo, Avenida Paulista, em um domingo, no momento em que a rua está trancada para a passagem de carros.

Sim! Isso mesmo que você leu!
O ensaio seria no meio da Avenida Paulista!
O fato me assustava muito, mas me fascinava também… eu sabia que as pessoas me veriam ser fotografada.

Meu par nessa aventura

Claro que aqui entra o meu par neste espetáculo, meu pai, um fotógrafo extremamente atencioso e talentoso, um verdadeiro artista, então fiquei confiante de que interpretaria um personagem, junto com pessoas que eu tinha total confiança.

A confiança, no momento em que você for tirar as fotos, é o mais importante.

Importa muito a criação de uma atmosfera a qual você se sinta confortável.

Essa atmosfera para mim foi o asfalto, foi a minha cara fechada, meu tule preto e minha maquiagem, pois como disse, estava interpretando um personagem.
A partir do momento em que coloquei o primeiro look e caíram sobre mim os olhares daqueles que passavam na rua, eu senti que jamais me veria da mesma forma.
Incrível!

Se joga!

E arte é algo que chama atenção, não importa onde esteja, não importa como ela apareça. A arte é a forma primitiva do ser humano se expressar.
Eu sabia que a partir do momento que entrasse naquela aventura, (que me custou disposição, sim, porque ser modelo não é fácil não!) eu não me arrependeria nem por um segundo da minha vida.

Eu libertei a mulher que existe dentro de mim, a minha essência. Essa essência ficaria guardada para sempre em minhas melhores memórias, como um momento de diversão e criatividade em que eu pude me mostrar pela primeira vez ao mundo.
Quando cheguei ao final estava cansada, com os joelhos doendo, chorando, mas também estava realizada, feliz por conseguir desabrochar, por conseguir passar a minha mensagem através dessa arte tão bonita que é a fotografia… e por poder contar com o meu pai para fazer isso.

Se você quer guardar para sempre sentimentos, sensações, memórias… Existe melhor maneira do que uma foto?
A minha experiência foi a melhor do mundo, mas sou suspeita para falar, né?! Rsrs

Laura Damas

Ensaio na Avenida Paulista

Orçamentos

Nós não estamos por perto agora. Mas você pode nos enviar um e-mail e retornaremos o mais rápido possível. Muito obrigado

Oi whatsapp